Instituto Açoriano de Cultura Página inicial | Arquivo de Newsletters | Associe-se | Contactos | Mapa do site
Newsletter
 
 

N.º 15 19/03/2010


IAC APRESENTA NA FACULDADE DE ARQUITECTURA DA UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA

O IAC-Instituto Açoriano de Cultura, numa parceria com a Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, inaugura a exposição “Estilo Micaelense” no próximo dia 23 de Março, pelas 14h00, no Espaço Rainha Sonja (Cubo), com uma conferência proferida pelo Professor Arquitecto João Vieira Caldas.

Esta exposição, que foi produzida por este Instituto para a Câmara Municipal da Ribeira Grande, é composta por 12 (doze) painéis e far-se-á acompanhar da brochura editada para o efeito.

A expressão “estilo micaelense” tem sido utilizada, essencialmente, para caracterizar uma arquitectura doméstica de aparência robusta, construída, provavelmente, entre a primeira metade do século XVII e os meados do século XVIII, onde, entre os elementos construtivo/compositivos de raiz clássica que estruturam e decoram as suas fachadas, ressaltam os frisos com elementos piramidais (rombos em relevo ou em ponta de diamante).

Foi o etnógrafo Luís Bernardo Leite de Ataíde quem primeiro reconheceu a especificidade desta arquitectura, identificou os seus elementos estilísticos e verificou que se distribuía essencialmente pelos centros urbanos da ilha de São Miguel, com particular peso na Ribeira Grande, adoptando a designação hoje divulgada.

Esses elementos estilísticos, porém, não estão necessariamente associados a uma tipologia funcional, já que, sendo mais frequentes na casa nobre, ou abastada, aparecem também na arquitectura pública civil, na religiosa e até em pequenas casas “populares”. Mas não há dúvida que deram origem a uma “modalidade arquitectónica (…) possuidora de personalidade própria e inconfundível” como bem observou Leite de Ataíde.

Esta exposição, que estará patente até ao dia 13 de Maio naquela Faculdade, teve a sua primeira apresentação pública no passado dia 3 de Março na Semana da Cultura Açoriana realizada no Teatro São Luiz.