Instituto Açoriano de Cultura Página inicial | Arquivo de Newsletters | Associe-se | Contactos | Mapa do site
Newsletter
 
 

N.º 28  12/10/2005

MUNDOpequeno
Exposição de pintura de Eduardo Carqueijeiro


O IAC-Instituto Açoriano de Cultura apresenta em Lisboa, na Sociedade Nacional de Belas Artes, de 13 de Outubro a 8 de Novembro, uma exposição de pintura de Eduardo Carqueijeiro intitulada MUNDOpequeno.

Composta por uma série de trabalhos recentes, MUNDOpequeno é uma exposição que dá a conhecer a obra de Eduardo Carqueijeiro, que não sendo açoriano de nascimento é um qualificado intérprete daquilo que define a essência da açorianidade. De acordo com Jorge Bruno (Presidente da Direcção do IAC), “a maturidade da obra Eduardo Carqueijeiro, aliada a um agradável jogo de cores e tonalidades, faz da sua pintura um momento de intensa, mas serena, contemplação.”

Eduardo Carqueijeiro é formado em Arquitectura (1976-1981) pela Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, onde teve como professores Frederico Jorge e Daciano da Costa. Também nessa ocasião ingressou na AR.CO – Arte e Comunicação de Lisboa, onde teve como professores António Sena e João Hogan. Posteriormente, foi-lhe concedida uma bolsa (1997-1999) pelo British Council, que lhe permitiu frequentar o Central St. Martins College of Art e Design e a Slade School of Art de Londres. Desde 1982, tem exposto no país e no estrangeiro, onde está representado em variadas instituições.

A exposição MUNDOpequeno realiza-se no âmbito do PAAD-Projecto Atlântico de Arte Digital, projecto co-financiado pelo INTERREG III-B e que envolve instituições das Canárias, Cabo Verde, Madeira e Açores, através do qual o IAC-Instituto Açoriano de Cultura pretende potenciar a presença da pintura de Eduardo Carqueijeiro não só nos Açores, mas especialmente em outras localidades fora dos seus limites geográficos, com especial destaque para a região da Macaronésia, onde será apresentada ao longo dos últimos meses do corrente ano de 2005 e de todo o ano de 2006.

MUNDOpequeno, de Eduardo Carqueijeiro, é acompanhada por um catálogo onde, para além da reprodução de algumas das obras, ficam registados importantes testemunhos de pessoas ligadas à criação artística e à gestão cultural.

A inauguração terá lugar 5ª feira, dia 13 de Outubro, pelas 18 horas, na Sociedade Nacional de Belas Artes, na Rua Barata Salgueiro, nº 36, em Lisboa.