Instituto Açoriano de Cultura Página inicial | Arquivo de Newsletters | Associe-se | Contactos | Mapa do site
Newsletter
 
 

N.º 28 07/09/2011

IAC APRESENTA «A PAIXÃO SEGUNDO JOÃO MATEUS - ROMANCE QUASE DE CORDEL» DE NORBERTO ÁVILA


Numa iniciativa do Instituto Açoriano de Cultura e do Alpendre Grupo de Teatro, será apresentada ao público no próximo dia 9 de Setembro (sexta-feira), pelas 21h30, na sede do Alpendre (ao Alto das Covas), a mais recente obra de Norberto Ávila intitulada A Paixão segundo João Mateus - romance quase de cordel.

A presente parceria resulta da intenção de através da partilha de projectos entre agentes culturais diferenciados se potenciar e fortalecer uma rede de estruturas públicas, privadas e/ou associativas propiciando a divulgação e gestação cultural ao nível regional e nacional.

O tema do romance, agora editado sob a chancela do IAC, surgiu durante uma viagem que o autor fez pela Califórnia (por ocasião do lançamento do álbum fotográfico As Fajãs de São Jorge, em 1993), ocorrendo-lhe a ideia de um fictício encontro com João Mateus, em Tulare, onde o não menos fictício poeta popular terceirense, agora com os seus 80 anos, estaria radicado.

O romance é, portanto, a rememoração de como ele 'teria escrito' A Paixão e a representou durante 8 anos. Todo o texto da peça e a sua concretização cénica são acompanhados e comentados a par e passo. Servindo-se da deambulação descritiva, João Mateus vai introduzindo na narrativa histórias comoventes, graciosas e até pícaras, a propósito de alguns intérpretes das figuras bíblicas, num contraponto de registos que parece estimulante para a leitura.

Trata-se de um romance narrado na primeira pessoa que, no seu tom de oralidade, deixa pressupor a presença tutelar do autor, sem que ele pronuncie, no entanto, uma única palavra.

Sobre a obra escreveu Teresa Carvalho (investigadora do Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra): " Pela capacidade de harmonizar uma elaboração formal com a prática digressiva da oralidade; pela sua magnífica paleta de cores, a oscilar entre o roxo da via crucis e os tons indisfarcávelmente jocosos da glória de existir; pela capacidade de estabelecar cumplicidades com o leitor; pelo modo de infringir a própria norma romanesca, A Paixão Segundo João Mateus apresenta-se como um romance sem equivalente. E sem a possibilidade do espinho da desilusão."

A apresentação desta obra, que contará com a presença do autor, incluirá a leitura de alguns excertos pelo actor Belarmino Ramos.

Norberto Ávila nasceu em Angra do Heroísmo, a 9 de Setembro de 1936. De 1963 a 1965 frequentou, em Paris, a Universidade do Teatro das Nações. É autor de 3 romances, 1 livro de poemas e 30 obras dramáticas (representadas em muitos países, da Península Ibérica à Coreia do Sul).

Belarmino Ramos natural de São Jorge, tem desenvolvido a sua actividade como actor do grupo de teatro "Alpendre", na ilha Terceira desde 1976. Participou em várias séries televisivas de produção regional (RTPA), nomeadamente, "A Balada do Atlântico"; "O Barco e o Sonho"; "Crónicas de Gente Esquecida"; "Mau Tempo no Canal"; "Gente Feliz Com Lágrimas", entre outras.