Instituto Açoriano de Cultura Página inicial | Arquivo de Newsletters | Associe-se | Contactos | Mapa do site
Newsletter
 
 

N.º 8 17/02/2009


IAC apresenta livro sobre os Moinhos de Vento dos Açores



A mais recente publicação do IAC-Instituto Açoriano de Cultura, Moinhos de Vento dos Açores: novo papel na sociedade contemporânea, uma obra da autoria do Arquitecto Luís Bettencourt, acaba de sair do prelo e será apresentada ao público amanhã, quarta-feira, dia 18, pelas 21h00, na Galeria do IAC. A apresentação será efectuada pelo Prof. Arq. António Madureira, docente da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto.

Segundo o autor, “partindo do princípio que os moinhos de vento assumem um papel fundamental na definição das paisagens das ilhas e na memória cultural das suas povoações, revelou-se urgente para a sua salvaguarda actuar através de intervenções que visem uma maior integração destes nos novos elementos da paisagem e no novo quotidiano de cada lugar. Admitindo a possibilidade de reconverter os moinhos existentes destinando-os a novos usos de carácter utilitário e não excluindo a hipótese da reconstituição integral de alguns casos específicos, este breve estudo procura demonstrar essa viabilidade através de alguns exemplos já construídos.”

Para Jorge Paulus Bruno, Presidente da Direcção do IAC “esta obra, que se insere no plano editorial e das acções do IAC para assinalar o 25º aniversário da inscrição de Angra na Lista dos Bens Património da Humanidade da UNESCO, constitui uma importante abordagem ao estudo e sistematização destas formas arquitectónicas que marcam a nossa paisagem e que perderam, nos últimos anos, a sua razão de ser funcional mas que importa manter presentes e úteis na sociedade contemporânea, o que constitui, justamente, o tema desta obra”.

Este livro, que se faz acompanhar de um CD-ROM com um inventário dos moinhos de vento do Grupo Central do Arquipélago dos Açores, conta com o apoio do Governo dos Açores, através da Direcção Regional da Cultura, e do INTERREG IIIB Açores-Madeira-Canárias, no âmbito da execução do projecto Chronos