Instituto Açoriano de Cultura Página inicial | Arquivo de Newsletters | Associe-se | Contactos | Mapa do site
Newsletter
 
 

N.º 35  17/11/2005

Exposição Virtual de Fotográfica da Macaronésia

O IAC-Instituto Açoriano de Cultura, no âmbito da execução do PAAD-Projecto Atlântico de Arte Digital, apresentou um desafio à fotógrafa Sandra Rocha para a realização de uma exposição fotográfica com conteúdos dos quatro arquipélagos que integram a Macaronésia (Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde).

Esta exposição, que virá a ser apresentada em formato digital (CD-ROM), será composta por 120 fotografias, sendo 30 de cada um dos arquipélagos. Desta exposição será editado um catálogo digital em CD-ROM, com uma tiragem de 250 exemplares numerados e assinados pela fotógrafa.

Para Sandra Rocha, este projecto é um exercício visual e uma viagem. Será a sua viagem nas ilhas atlânticas (dos Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde), ou melhor, em quatro (das grandes) cidades destes arquipélagos: Ponta Delgada, Las Palmas, Funchal e Mindelo. A fotógrafa assume que optou por reduzir o campo de trabalho a esta geografia citadina. Para ela foi uma opção consciente por pretender documentar apenas espaços urbanos. Porventura por gostar de cidades. Ou talvez por querer encontra-se com elas. E com eles. Os Homens. Os que nelas vivem e as transformam. Esta é acima de tudo uma viagem de experimentação em redor do seu interesse pelo documento social. Com esta (re)descoberta e através da sua visão pessoal, Sandra Rocha espera contribuir para o crescimento da visão colectiva contemporânea destas cidades.

Com apresentação prevista para o início do segundo trimestre do próximo ano, Sandra Rocha já se deslocou especificamente às cidades do Funchal e de Las Palmas e já as fotografou, faltando documentar as cidades de Mindelo e Ponta Delgada, para onde parte ainda esta semana.

Esta é mais uma das actividades que o IAC-Instituto Açoriano de Cultura desenvolve no âmbito do PAAD-Projecto Atlântico de Arte Digital, de que é chefe de fila. Para além do IAC-Instituto Açoriano de Cultura, participam também neste projecto a Universidade da Madeira, a Almasud Records (Madeira), a Direcção Geral do Património Histórico do Governo das Canárias e os Cabildos de Gran Canaria e Lanzarote (Canárias). Este projecto, orçado no seu total em cerca de 2 milhões de euros, é financiado em 85% pelo INTERREG III-B (Açores, Madeira, Canárias).

Sandra Rocha, desde 1997 – ano anterior ao da concretização do curso de fotografia no AR.CO. – trabalha na área de fotografia e tem direccionado o seu trabalho para o fotojornalismo. Trabalhou quatro anos no diário “A Capital”, optando de seguida pelo trabalho de freelancer dedicado à fotografia documental, elegendo a sociedade como o seu palco preferido. Ultimamente tem dado prioridade aos seus projectos pessoais de fotografia e cinematografia, mas colaborando sempre com publicações nacionais (“Grande Reportagem”), “Notícias Magazine” e “Egoísta”) e internacionais (“Photo Nouvelle”, “Chasser D’image”, “Response Photo”, entre muitas outras).

Em 2003 criou – juntamente com outros cinco fotógrafos – a Kameraphoto, que foi a primeira Agência de Fotógrafos em Portugal e que conta também com uma galeria, a KGaleria, dedicada exclusivamente à fotografia documental.

Em 2005 foi vencedora do 1º Prémio Visão de Fotojornalismo, cumulativamente com o 1º Prémio de Vida Quotidiana.

Foi comissária de várias exposições, entre elas a WORLD PRESS PHOTO, em Angra do Heroísmo, em 2004 e 2005.